Neilson e Renato, rindo da prisão diante dos policiais
A equipe da Força Nacional de Segurança que está atuando em Natal realizou na tarde de quarta-feira, 27 de julho, mais duas prisões. José Renato Silva da Rocha e Neilson Silva Campos, ambos de 28 anos, foram presos no bairro das Quintas. Eles estavam foragidos do sistema prisional onde cumpriam regime semi-aberto por tráfico de drogas e também são suspeitos de prática de homicídios.
A prisão aconteceu por volta das 14h30, no bairro das Quintas. Para o delegado da Força Nacional que coordenou essa ação, Humaitan Oliveira, um fato curioso chamou a atenção: por coincidência, no momento da abordagem, os acusados estavam comentando entre eles sobre a Operação Retorno, que havia prendido 63 pessoas no dia anterior e sobre a vinda da Força a Natal. Segundo o delegado, eles diziam que poderiam ser presos também e que o “negócio ia ficar perigoso para o lado deles”.
Neilson é suspeito de ter matado um homem identificado como Francisco Canindé Adelino da silva, crime ocorrido no dia 14 de abril de 2002. No entanto, ele nega a acusação. Já José Renato, preso por tráfico de drogas em 2006, também é suspeito da morte de Nildo de Carvalho Júnior, crime que teria sido cometido em retaliação pela vítima ter matado um bandido do grupo de Renato, conhecido na época por “Xaxá”. O homicídio foi cometido no dia 24 de dezembro 2002, no bairro das Quintas.
Três equipes formadas por delegados, agentes e escrivães da Força Nacional de Segurança estão em Natal, desde o dia 21 de junho para fazer um trabalho de investigação de trezentos inquéritos de homicídios sem conclusão no Rio Grande do Norte até o ano de 2007. Durante noventa dias os policiais atuarão em conjunto com a Polícia Civil do estado para tentar elucidar esses crimes.
OUTRAS PRISÕES
No último dia 1º de julho, a Força Nacional efetuou a primeira prisão desde sua chegada à capital potiguar. Na ocasião, Josenildo Dantas da Silva, de 28 anos, foi detido na praia de Búzios acusado de um homicídio praticado no dia 25 de maio de 2003, quando ele matou com seis tiros o traficante Elói Reinaldo da Silva Júnior, mais conhecido pelo apelido de “Rato”, na época com 19 anos. O crime aconteceu na Favela do Detran, Cidade da Esperança.
A segunda prisão foi registrada no dia 08 de julho quando a equipe prendeu o foragido da justiça Robson Nascimento de Oliveira, de 23 anos, no bairro de Felipe Camarão. Ele havia sido condenado pela participação em um latrocínio praticado no ano de 2006, que vitimou o gerente do banco do Brasil Gustavo Cromowel Dantas Tinoco.

Fonte: Sidney Silva