quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Policial Militar de Alagoas, em serviço, é arrastado e executado com mais de 30 tiros em praça pública

Policial Militar de Alagoas, em serviço, é arrastado e executado com mais de 30 tiros em praça pública por assaltantes de banco. O comando-geral da Polícia Militar de Alagoas, bem como todos os policiais militares que compõem a Corporação, vem a público externar seu pesar em decorrência do crime bárbaro ocorrido contra um de seus integrantes, o soldado Ivaldo Oliveira da Silva, de 31 anos, na madrugada desta segunda-feira (09), no município de Porto de Pedras.
O policial militar, pertencente ao 6º BPM, foi arrastado e executado na praça central do município por um grupo fortemente armado que danificou um caixa eletrônico da cidade e, em seguida, todos encapuzados, invadiu o Grupamento de Polícia Militar local, onde estava a vítima. Eles ainda trocaram tiros com o outro policial que estava de serviço, sargento Veríssimo, que não foi atingido.
Muito embora chocados com este ato vil, não vamos esmorecer em nossa obrigação constitucional, e envidaremos todos os esforços necessários na captura destes criminosos, levando-os até a presença da Justiça para que paguem na conformidade legal por seu crime. À família do soldado Ivaldo, que Deus lhes dê força nesse momento de angústia e profunda tristeza. A Polícia Militar de Alagoas, por sua vez, coloca-se a inteira disposição dos familiares para o devido auxílio que se fizer necessário.

Fonte: Jair Sampaio